“Salgadeira voltou a ser parada obrigatória no turismo de MT”, comemora Taques

Mais de 20 mil pessoas visitaram o Complexo Turístico da Salgadeira desde que o espaço foi reinaugurado pela gestão Pedro Taques (PSDB), no final de junho. O número é considerado satisfatório e representa 28% do total de turistas que estiveram nas principais atrações de Chapada dos Guimarães entre janeiro e junho deste ano, 79.988, conforme a publicação Turismo em Números, realizada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

“O local certamente será o destino de centenas de pessoas neste feriado. Dá orgulho de ver que, depois de uma longa espera de oito anos, a população recebeu de volta esse espaço. Na verdade, a Salgadeira é um exemplo que ilustra bem os desafios que enfrentamos nos últimos anos. Pegamos o local fechado, com obras paradas, contratos com problemas. Tivemos que superar cada um desses obstáculos para, então, reinaugurar o espaço na nossa gestão. Tenho comigo o compromisso de destravar esses casos emblemáticos como o Hospital Central que hoje virou Cridac e as próprias obras da Copa. Estamos entregando uma a uma dessas obras. Agora é hora de seguir avançando”, explicou Pedro Taques.

O complexo da Salgadeira estava fechado há 8 anos, devido a uma interdição judicial, e foi inaugurado em 30 de junho de 2018. Além de atender todas as exigências da lei, o novo projeto acrescenta uma série de inovações, entre elas as trilhas e os espaços para exposições, bem como a contemplação das belezas naturais. A reconstrução custou R$ 12 milhões aos cofres públicos.

Com relação a gestão, o governo fez uma licitação para contratação de uma empresa concessionária, que ficará responsável pela manutenção, investimentos extras, limpeza, segurança e demais serviços, sendo que em troca, terá o direito de explorar os restaurantes, estacionamentos, banho e atrativos em geral.

Dados do Turismo em Chapada – Dados da publicação Turismo em Números, elaborada pela Sedec, mostram que de janeiro a junho 79.988 turistas visitaram um dos pontos turísticos de Chapada dos Guimarães. Do total, 56.056 foram até o Véu de Noiva, 14.515 a Cachoeirinha/Cachoeira dos Namorados, 4.602 as demais cachoeiras, 2.452 a Cidade de Pedras, 1.821 ao Rio Claro, 514 em São Jerônimo e 28 em Travessia.

Com o acompanhamento inédito desses números, a gestão Pedro Taques passou a atuar em conjunto com o segmento do turismo. O resultado foi evidenciado na mesma pesquisa que mostrou que houve a manutenção da média de ocupação no setor hoteleiro no primeiro semestre deste ano. A porcentagem chegou a 54,26%, um pouco mais do que foi registrado no mesmo período do ano passado, exatos 50%.

“A Salgadeira voltou a ser parada obrigatória no turismo de MT. Com trabalho, fizemos o enfrentamento da crise, reorganizando e reinventando nossos atrativos ao público. Mato Grosso é um gigante e o turismo fortalecido vai ocupar, cada vez mais, um espaço importante na nossa economia”, finalizou Pedro Taques.

Deixe o seu comentário